Postado em 08 de Janeiro de 2019 às 09h38

Observatório Social de Xaxim contribui para uma economia de quase R$ 200 mil em licitações

O acompanhamento visa a economicidade para o município e uma maior eficiência nas compras e entrega dos produtos.

Por Joimara S.Camilotti

Xaxim - O Observatório Social de Xaxim acompanhou, durante o mês de dezembro de 2018, seis licitações, entre elas para aquisição de mobiliário, equipamento de informática, eletrônicos e instrumentos musicais. O acompanhamento visa a economicidade para o município e uma maior eficiência nas compras e entrega dos produtos, tendo em vista que licitar apenas não basta, é preciso ficar de olho e fiscalizar a execução dos contratos.


Era estimado o valor máximo do mobiliário de R$ 42.190,00, sendo que o valor final baixou para R$ 41.000,00, gerando ao município uma economia de R$ 1.190,00. Na licitação para contratação de serviços de pedreiro/carpinteiro, o valor máximo era R$ 320.000,00. O Observatório esteve acompanhando e o valor final baixou para R$ 240.000,00, uma economia de R$ 80.000,00.


Já na licitação para aquisição de veículo para a Polícia Militar, era estimado R$ 80.000,00, com o apoio do Observatório o valor final baixou para R$ 77.880,00. O município teve economia de R$ 2.120,00. Na licitação para contratação de empresa especializada em confecção de próteses dentárias, o valor máximo era de R$ 274.100,00, baixando para R$ 177.900,00. O município teve economia de R$ 96.100,00.


Na licitação para contratação de empresa especializada em impressão e fotocópias e aluguel de multifuncionais impressoras, o valor era de R$ 420.000,00, ficando em R$ 410.000,00. Na licitação para aquisição de equipamento de informática e instrumentos musicais, para estruturação da Biblioteca Pública e Casa da Cultura de Xaxim, , o valor máximo do equipamento de informática era R$ 23.994,00, e no final baixou para R$ 23.940,00, já o valor máximo dos instrumentos musicais era R$ 22.232,00 e baixou para R$ 21.150,00. 

Veja também

Fique atento: Santa Catarina registra primeiro caso de raiva humana em 38 anos07/05/19 A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) vinculada à Superintendência de Vigilância em Saúde (SUV), da Secretaria de Estado da Saúde (SES/SC), informa que foi confirmado pelo Laboratório Instituto Pasteur (IP) o diagnóstico laboratorial de raiva para o óbito de uma paciente de 58 anos, residente em área rural do......
Prefeitura de Marema faz dedetização na área urbana09/07/19 Devido às constantes ações preventivas, o município de Marema não tem registro de grandes focos de insetos, ratos ou animais peçonhentos. Na última segunda-feira (09), a Prefeitura, através da Secretaria......

Voltar para Cidades