Postado em 12 de Dezembro de 2021 às 10h38

Matriz de Risco Covid-19 aponta, pela primeira vez, todas as 17 regiões de SC no nível moderado

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Pela primeira vez desde que foi implementada em Santa Catarina em 29 de julho de 2020, a Matriz de Risco Potencial Regionalizado divulgada neste sábado, 11, aponta todas...

Pela primeira vez desde que foi implementada em Santa Catarina em 29 de julho de 2020, a Matriz de Risco Potencial Regionalizado divulgada neste sábado, 11, aponta todas as 17 regiões como risco potencial moderado (cor azul). Além disso, pela décima semana consecutiva, nenhuma região do estado foi classificada nos níveis de risco Grave (laranja) ou Gravíssimo (vermelho). A última vez que a Matriz classificou uma região no nível Grave foi no dia 01 de outubro, e no nível Gravíssimo no dia 11 de setembro. Desde então houve avanço na vacinação que, alinhado a uma redução na taxa de hospitalização, na ocupação de leitos de UTI Adulto para tratamento da Covid-19 e na taxa de mortalidade, vem mantendo a tendência de redução da gravidade da pandemia em todas as regiões do Estado.

“Nós estamos trabalhando desde o início da pandemia de forma incansável para chegarmos a esse momento. A matriz reflete os acertos do governo do Estado no enfrentamento a essa pandemia, com a colaboração de todos os catarinenses. Seguimos sendo um exemplo positivo nesse enfrentamento e estamos colhendo os frutos de decisões precisas e assertivas. Flexibilizamos nos momentos corretos e endurecemos também. E o mais importante, temos a cada dia uma vacinação mais significativa”, enfatiza o secretário de Estado da Saúde, André Motta.

Houve melhora nos indicadores das regiões do Extremo Sul Catarinense, Grande Florianópolis, Médio Vale do Itajaí e Xanxerê, que na semana anterior estavam classificadas como nível alto (amarelo) e passaram a ser classificadas como nível moderado (azul). Essa melhoria no cenário foi possível a partir da redução no número de óbitos aliada a redução da taxa de hospitalizações (casos graves) de Covid-19, aumento da cobertura vacinal e menor variação do número de casos na semana, resultando na melhora das dimensões gravidade e monitoramento. Com isso, estas regiões, se juntam as regiões do Alto Uruguai Catarinense, Alto Vale do Itajaí, Alto Vale do Rio do Peixe, Carbonífera, Extremo Oeste, Foz do Rio Itajaí, Laguna, Meio Oeste, Nordeste, Oeste, Planalto Norte, Serra Catarinense e Vale do Itapocu, que se mantiveram no nível moderado.

(fonte: Secom)

Veja também

Passos Maia vai construir creche avaliada em mais de R$ 2,4 milhões31/07/19 O município de Passos Maia vai construir uma nova creche avaliada em mais de R$ 2,4 milhões para atender centenas de crianças. A obra foi conquistada pela administração municipal por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento......
Novembro Azul: Marema promove dia de prevenção para os homens23/11/18 A quinta edição da campanha Xanxerê Cidade do Coração está chegando ao fim e teve o envolvimento de mais de 40 voluntários que visitaram escolas, clubes de serviço e entidades levando......

Voltar para Cidades