Postado em 14 de Dezembro de 2018 às 08h32

Quanto ganha um deputado estadual?

Confira os benefícios que os deputados estaduais têm direito

Santa Catarina - Atualmente cada um dos quarenta deputados estaduais de Santa Catarina recebem o salário de R$ 25.322,25 e o valor só subirá para R$ 29.469,99 se for confirmado o "efeito cascata" do reajuste concedido aos ministros do Superior Tribunal Federal (STF) em novembro. 

Isso porque o salário dos ministros da Suprema Corte, de R$ 39,3 mil, é o teto do funcionalismo público e a tendência é que os deputados federais também aprovem aumento para os próprios vencimentos com base nisso. O texto aprovado na Alesc nesta semana prevê que os ganhos dos deputados estaduais sejam o equivalente a 75% do que ganham os parlamentares federais. 

Mas se engana quem acredita que é só este o valor recebido pelos deputados. Além dos salários, os deputados estaduais têm direito a mais diversos benefícios. Confira a lista do que preparamos.

Para todos
- R$ 4,3 mil de Auxílio Moradia:
- R$ 106,8 mil é o total da cota do gabinete parlamentar para pagamento de comissionados (no máximo 22)
- R$ 41,6 mil: Valor mensal que cada gabinete parlamentar pode gastar com despesas como: diárias, passagens, combustível para o deputado, despesas telefônicas e almoxarifado.

Para alguns
- R$ 24,1 mil é o total que os secretários da mesa podem gastar com o pagamento de comissionados (no máximo cinco). Nesses valores não está incluído o auxílio-alimentação, educação e saúde;
- R$ 4.100, R$ 8.300, R$ 12.500 – São as cotas diferenciadas para lideranças partidárias. O valor varia de acordo com o número de deputados de cada partido. 

Veja também

Comissão debate estudo do TCE sobre emancipação de pequenos municípios14/03 Um relatório, realizado pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE), apontou indícios negativos relacionados a questões econômico-financeiras em 105 municípios com menos de 5 mil habitantes. Após a divulgação do estudo, houve rumores de extinção ou fusão dessas pequenas cidades catarinenses....

Voltar para Política