Postado em 28 de Maio às 09h25

Moisés anuncia investimento de R$ 204 milhões em bolsas universitárias em SC

Portal DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Foto: Peterson Paul/ Secom O Governo do Estado confirmou nesta segunda-feira, 27, um investimento de R$ 204 milhões em 2019 pelo Programa de Bolsas...

Foto: Peterson Paul/ Secom

O Governo do Estado confirmou nesta segunda-feira, 27, um investimento de R$ 204 milhões em 2019 pelo Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu) - o dobro do investido no ano passado, quando foram repassados R$ 109 milhões ao programa. Do valor anunciado, R$ 110 milhões foram aplicados neste primeiro semestre. Os outros R$ 94,7 milhões serão para a segunda metade do ano.

A previsão é de que a verba seja disponibilizada em cursos presenciais de Graduação, Licenciatura, Especialização, Mestrado e Doutorado. O anúncio foi feito pelo governador Carlos Moisés e pelo secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, na presença do diretor de Formação de Professores da Educação Básica da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Carlos Lenuzza.

“Fizemos um comparativo no que se investiu em bolsas de graduação e pós-graduação, tanto stricto sensu quando lato sensu, e o que trazemos hoje é a disponibilidade do governo de investir mais que o dobro neste ano. É um anúncio relevante principalmente para o nosso aluno carente que precisa de um apoio do Estado. Temos que trabalhar muito o ensino fundamental e médio, mas também apoiar o aluno que conseguiu chegar ao ensino superior", afirmou o governador.

De acordo com o secretário Natalino Uggioni, os recursos são do Fundo de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento da Educação Superior (Fumdes) e também atendem à formação de professores. “Serão 1.986 novas bolsas. Além de ampliarmos a oferta, temos novidades como Licenciaturas para comunidades Quilombolas, Indígenas e também duas Especializações com foco inovador”, afirma o secretário.

Entre as licenciaturas, serão ofertadas 910 bolsas para cursos de Inglês, Química e Física. Com habilitação em Pedagogia, os números de benefícios chegam a 200 para as comunidades Quilombolas, Indígenas Kaigang (Aldeia Kondá) e Laklãnõ Xokleng (Terra Indígena Ibirama Laklãnõ).

Novos cursos de especialização

Entre as novidades, está a oferta de duas Especializações com 400 vagas no curso de Inovação na Educação e 110 em Educação e Segurança Humana. Nas demais formações em Especialização, Mestrado e Doutorado, serão oferecidas 366 bolsas.

As instituições de ensino superior que tiverem interesse em aderir ao programa ou em ofertar os novos cursos propostos deverão enviar os projetos após publicação do edital, que será realizada no site da Secretaria de Educação nos próximos dias.

A necessidade de abertura dos cursos foi diagnosticada após estudos das equipes da Secretaria de Estado da Educação e Gerências Regionais de Educação com base na necessidade do corpo docente de Santa Catarina.

Outro destaque é que, em breve, os interessados poderão fazer o cadastro no site do Uniedu a qualquer momento, ou seja, não haverá mais um período de cadastramento como era feito até então. “É uma forma de desburocratizar o processo e ampliar as oportunidades”, diz o secretário.

De acordo com a secretaria da Educação, os valores previstos para o segundo semestre chegarão a R$ 70 milhões pelo Artigo 170 da Lei Estadual Complementar 281/2005 e a R$ 24,7 milhões pelo Artigo 171 da Lei Estadual Complementar 407/2008. Os recursos vão beneficiar o Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (Proesde), que visa a concessão de bolsas para estudantes de graduação em áreas estratégicas e de licenciaturas.

Veja também

Voltar para Política