Postado em 25 de Outubro de 2019 às 08h31

Legislativo, entidades e comunidade discutem futuro do Eco Parque Sol Nascente

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Na noite de quarta-feira, 23, os vereadores xaxinenses se reuniram com alguns moradores do Loteamento Sol Nascente, com a administração municipal e a Cruz...

Na noite de quarta-feira, 23, os vereadores xaxinenses se reuniram com alguns moradores do Loteamento Sol Nascente, com a administração municipal e a Cruz Vermelha para discutir a situação do Eco Parque. Uma primeira reunião foi realizada na data de 16 de outubro, em que moradores procuraram a Casa Legislativa informando a vontade de que aquele espaço fosse cedido para a comunidade utilizar.

Durante a reunião, o secretário de Administração, Melchior Berté informou que a ONG Salva devolveu o espaço para a prefeitura, mas não havia nenhum documento oficializando a destinação para a Cruz Vermelha, haja vista que o Termo de Cessão de Uso precisa ser aprovado pela Câmara. O que houve foi uma conversa entre o prefeito e a diretoria da entidade para que fizesse uso do espaço.

Já os moradores explicaram que não tinham conhecimento que a Cruz Vermelha iria usar o espaço, caso contrário, eles teriam interesse em realizar suas atividades no local, reunir as famílias para momentos de lazer e descontração e tornar aquele Eco Parque, um ambiente seguro e adequado, que todos os munícipes, inclusive do Bairro pudessem utilizar.
A Cruz Vermelha informou que a intenção é trabalhar em conjunto com a comunidade do Sol Nascente. Eles irão utilizar apenas a casa para reuniões. Eles já estão fazendo limpeza e manutenção do local, inclusive com plantio de flores para deixar o espaço mais agradável para que todos possam aproveitar o Eco Parque.

Os vereadores cobraram da administração que, embora a entidade irá cuidar do espaço, que a prefeitura não se exima das suas obrigações de auxiliar na manutenção do espaço, haja vista que o espaço continua sendo público.

O presidente do Poder Legislativo, Inácio Luiz Bracht, cobrou que seja encaminhado o Termo de Cessão de Uso para aprovação dos vereadores e que esta situação seja resolvida da melhor forma possível.

Veja também

Comissão debate estudo do TCE sobre emancipação de pequenos municípios14/03/19 Um relatório, realizado pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE), apontou indícios negativos relacionados a questões econômico-financeiras em 105 municípios com menos de 5 mil habitantes. Após a divulgação do estudo, houve rumores de extinção ou fusão dessas pequenas cidades catarinenses....

Voltar para Política