Postado em 26 de Março de 2019 às 09h33

Governador Carlos Moisés entrega na Alesc Projeto de Lei Complementar da Reforma Administrativa

"A reforma vai merecer da Assembleia uma análise criteriosa, com muita responsabilidade, e no tempo adequado vamos dar a resposta à sociedade", disse Julio Garcia. 

Florianópolis - O governador Carlos Moisés entregou  ao presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), deputado Julio Garcia, o Projeto de Lei Complementar da Reforma Administrativa. Elaborada após um diagnóstico detalhado das estruturas de governo realizado durante o período de transição, a proposta irá resultar em uma economia de cerca de R$ 124 milhões por ano - aproximadamente R$ 500 milhões em quatro anos - e corte de 2.054 cargos em comissão e funções de confiança, o que representa 1/3 do total. O texto segue para a Comissão de Constituição e Justiça em regime de urgência a partir desta terça-feira, 26.

“Estamos entregando o projeto com pedido de tramitação em urgência para consolidar na lei algumas ações que já estão em prática. O caminho é da austeridade, da economia, que sinaliza para onde o Estado precisa chegar. Queremos sanear as finanças públicas de Santa Catarina e eliminar as estruturas de sobreposição de funções, com foco na qualidade que oferecemos à população”, afirmou o governador Carlos Moisés em entrevista coletiva aos jornalistas na Alesc. Ele destacou que o projeto entrega aos deputados um espelho preciso do governo e garante clareza e transparência na gestão da máquina pública. “A Assembleia Legislativa tem liberdade de apreciar, sugerir e propor alterações. Acreditamos que o texto que entregamos hoje é bastante claro, mas estamos à disposição para prestar mais informações”, complementou.

“A reforma vai merecer da Assembleia uma análise criteriosa, com muita responsabilidade, e no tempo adequado vamos dar a resposta à sociedade. O nosso papel é aprovar tudo o que for bom para Santa Catarina, modificar o que precisa ser melhorado e rejeitar aquilo que não for bom para o Estado”, disse Julio Garcia.

O chefe da Casa Civil, Douglas Borba, o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, e o professor da UFSC Luiz Felipe Ferreira, que ficará à frente da Controladoria Geral do Estado, acompanharam o ato na Sala de Reuniões da Presidência.
 

Veja também

Vereador Tião defende governo Lírio/Adriano e critica postura de vereadores07/05/19 O vereador Antônio Jaime Fortunato da Silva, popular Tião, usou o espaço da tribuna do Poder Legislativo Xaxinense na última semana para fazer um desabafo. Primeiramente, o vereador aliado a base de governo, disse que todos os vereadores têm o direito e podem fazer suas colocações inclusive ele, contudo, criticou a postura dos vereadores de......
Ex-Deputado Marco Tebaldi foi eleito para comandar o PSDB-SC até 202106/05/19 Em um dia festivo para os tucanos de Santa Catarina, mais de 800 filiados passaram neste sábado, dia 4 de maio, pelas dependências da Assembleia Legislativa, em Florianópolis, para em convenção elegerem o novo......

Voltar para Política