Postado em 30 de Novembro de 2018 às 08h14

Bolsonaro anuncia novo ministro de Minas e Energia

Presidente eleito fez o anúncio pelo Twitter. Almirante de esquadra atuou como observador de forças de paz da ONU em Saraievo e comandou submarinos da Marinha.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou pelo Twitter nesta sexta-feira (30) o almirante de esquadra Bento Costa Lima como novo ministro de Minas e Energia.

Este é o vigésimo ministro já anunciado por Bolsonaro (veja a lista abaixo).

Bento Costa Lima atualmente faz parte do conselho de administração da Nuclebrás, autarquia vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnoliga, responsável por desenvolver o programa nuclear brasileiro.

Ele nasceu no Rio de Janeiro e iniciou a carreira na Marinha em 1973. Ele ocupou cargos como: observador das forças de paz da ONU em Saraievo; assessor parlamentar do ministro da Marinha no Congresso e comandante dos submarinos Tamoio e Toneleiro.

O almirante tem pós-graduação em Ciência Política pela Universidade de Brasília e MBA em gestão pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Os 20 ministros de Bolsonaro
- Onyx Lorenzoni (Casa Civil)
- Paulo Guedes (Economia)
- General Augusto Heleno(Segurança Institucional)
- Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia)
- Sérgio Moro (Justiça)
- Tereza Cristina (Agricultura)
- General Fernando Azevedo e Silva (Defesa)
- Ernesto Araújo (Relações Exteriores)
- Roberto Campos Neto (Banco Central)
- Wagner Rosário (Transparência e CGU)
- Luiz Henrique Mandetta (Saúde)
- André Luiz de Almeida Mendonça (AGU)
- Gustavo Bebianno (Secretaria Geral da Presidência)
- Ricardo Vélez Rodríguez (Educação)
- General Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo)
- Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura)
- Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional)
- Osmar Terra (Ministério da Cidadania)
- Marcelo Álvaro Antônio (Turismo)

Veja também

Governador Moisés e Daniela focam no combate a corrupção e transparência02/01 Com o plenário lotado de autoridades civis e militares, familiares e demais convidados, Moisés afirmou que a nova gestão será focada no combate à corrupção e no enxugamento da máquina pública para garantir eficiência nos investimentos em áreas prioritárias como a Infraestrutura....

Voltar para Política