Postado em 29 de Março às 15h34

A inovação será nossa maior obra

Artigo de opinião de Lucas Esmeraldino - Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável

Lucas Esmeraldino
Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável


Florianópolis - Há cinco anos, o Governo lançou a pedra fundamental para a construção da Rede de Centros de Inovação de Santa Catarina. A proposta incluía 13 Centros instalados em cidades estratégicas. Nesta etapa, o Governo construiu prédios, elaborou diretrizes, inaugurou dois Centros (Lages e Jaraguá do Sul) e temos o compromisso de entregar mais sete ainda este ano.
No último dia 28, participamos da inauguração do Ágora Hub, situado no Perini Business Park, Joinville, e assinamos Acordo de Cooperação, em parceria com ambas as instituições, além da Prefeitura e o Join.Valle, para que o Ágora passe a figurar como o terceiro Centro de Inovação de Santa Catarina, empreendimento 100% privado.
Com a inauguração do Ágora, entramos numa nova fase. Ao invés de construirmos mais um prédio, vamos investir diretamente no ecossistema de inovação que vai residir nele e se desenvolver a partir dele, criando os negócios que vão liderar no futuro. O Governo do Estado, por meio da SDS, vai privilegiar as parcerias com as instituições, as Universidades e a iniciativa privada para fomentar os ecossistemas de empreendedorismo e inovação regionais e dar à luz novos Centros e ambientes de inovação.
Saímos na frente com a implantação dos Centros de Inovação e, agora, nos mantemos à frente fomentando novas ideias, novos empreendedores, profissões do futuro e os negócios. Neste Governo, a inovação será nossa maior obra.
Na Universidade de Cambridge pude conhecer o sistema de governança do John's Innovation Center, coração da inovação e a incubadora de empresas mais antiga do Reino Unido. No St John's, o segredo está no incentivo aos ecossistemas, respeitando a vocação de região. A exemplo do Perini e no Ágora, a palavra de ordem tem sido CONEXÃO.
Estamos em fase final de um Plano de Ação para o desenvolvimento da Rede de Centros de Inovação. O resultado serão cidades e regiões inteiras com mão de obra especializada, prontas para dar sequência neste ciclo de inovação. 

Veja também

Comissão debate estudo do TCE sobre emancipação de pequenos municípios14/03 Um relatório, realizado pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE), apontou indícios negativos relacionados a questões econômico-financeiras em 105 municípios com menos de 5 mil habitantes. Após a divulgação do estudo, houve rumores de extinção ou fusão dessas pequenas cidades catarinenses....

Voltar para Política