Postado em 12 de Agosto às 09h55

Mulher natural de Xaxim é morta em Luxemburgo na Europa, companheiro é principal suspeito

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Luxemburgo tem a melhor qualidade de vida da Europa e é muito procurado por catarinenses (Foto Reprodução Internet) No último sábado...

Luxemburgo tem a melhor qualidade de vida da Europa e é muito procurado por catarinenses (Foto Reprodução Internet)

No último sábado (10) Dione Streckert, 52 anos, natural de Xaxim - SC, foi morta na pequena cidade de Esch-sur-Alzette, no pequeno Pais Europeu, Luxemburgo, localizado entre França, Alemanha e Bélgica. 

Segundo algumas informações da imprensa local, os jornais LUX24 e L'essentiel, ela teria sido morta pelo companheiro, um homem de 50 anos, depois de uma discussão. Dione morreu após ter sido atacada em casa por volta das 18h de sábado. A polícia local foi acionada e, segundo os jornais, encontrou a mulher caída no chão e com muitos ferimentos pelo corpo. Ela chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu.

O suposto autor já tinha passagens pela Polícia e é natural da zona de Barcelos, Distrito de braga. Ele foi preso pelas autoridades no local do crime.

A brasileira deixou quatro filhos, uma filha de 35, outra de 32, um filho de 24 e uma menina de 10 anos com autismo.

Estima-se que Luxemburgo tenha pelo menos 5 mil descendentes de luxemburgueses, boa parte na Grande Florianópolis. 

Veja também

Quatro são condenados por peculato em Brusque18/06 O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve a condenação de um ex-servidor do Tribunal de Contas do Estado e de três ex-servidores comissionados do Município de Brusque pelo crime de peculato, por terem desviado dos cofres públicos cerca de R$ 43 mil. As penas aplicadas a cada um dos réus variam de dois a três anos de reclusão,......

Voltar para Polícia