Postado em 25 de Janeiro de 2019 às 09h00

Mulher é indiciada por acusar marido de agressão

Comunicação de falso crime pode ser punida com prisão de dois a oito anos, segundo a Polícia Civil.

Chapecó - Uma jovem de 20 anos foi indiciada pelo crime de denunciação caluniosa após acusar o marido, de 30 anos, de ameaça e lesões corporais. A Polícia Civil de Chapecó concluiu as investigações na quinta-feira, dia 24. O caso ocorreu no próprio município.

Segundo as autoridades, a mulher procurou a Polícia Civil informando ter sofrido ameaças e lesões corporais praticadas pelo marido. Mas uma perícia não constatou as lesões alegadas pela vítima, que logo caiu em contradições durante o depoimento e confessou ter mentido.

A polícia informou que a jovem discutiu com o marido e, com medo de que ele a deixasse, resolveu procurar a delegacia para informar os crimes que não ocorreram. Indiciada por denunciação caluniosa, ela pode pegar de dois a oito anos de prisão.

“A denúncia falsa aciona os órgãos policiais desnecessariamente e gera perda de tempo, recursos humanos e materiais que poderiam ser empregados para ajudar vitimas que correm risco real de sofrer agressões e até de vida”, destacou a Polícia Civil por meio de nota.

(fonte: Oeste Mais)

Veja também

Caminhoneiro fica ferido ao colidir em ponto de ônibus em Ponte Serrada19/10/19 O Corpo de Bombeiros de Xanxerê precisou desencarcerar uma vítima de acidente de trânsito na BR-282 em Ponte Serrada. O caminhoneiro de 39 anos ficou preso às ferragens depois que colidiu frontalmente o caminhão VW/17190 4x2, 2013/2014, placa AVD-4J49, de Curitiba/PR a um ponto de ônibus. Ele ficou preso às ferragens pelo membro inferior esquerdo, apresentando......
Vice-prefeito é preso suspeito de exigir parte do salário de comissionados02/07/19 O vice-prefeito de São Bento do Sul, Marcio Dreveck, foi preso preventivamente no final da tarde desta segunda-feira (1º), informou a Polícia Civil. Ele é suspeito de concussão, que é exigir vantagem indevida em......
Jovem encontrada morta na BR-282 em Bocaina do Sul era de Xanxerê22/08/19 Tatiana dos Santos foi reconhecida na tarde desta quinta-feira (22) pelo setor de papiloscopia do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Lages, que comparou suas digitais; e por familiares que reconheceram as roupas. A vítima foi encontrada morta......

Voltar para Polícia