Postado em 28 de Fevereiro às 09h18

Acusado da morte de Indiamara pega 18 anos de prisão

Júri apontou para crime de feminicídio, Nain Dewites, ex-companheiro da vítima

Por Joimara S.Camilotti 

Xanxerê – A sentença do júri do réu Nain Dewites, 32 anos, acusado da morte da ex-companheira, Indiamara Aparecida Mora, 27 anos, foi divulgada por volta das 18horas de quarta-feira, 27. Dewites foi condenado a 18 anos e oito meses pelo assassinato de Indiamara.

O réu recebeu pena por homicídio triplamente qualificado, com agravantes de feminicídio, motivo torpe e sem oferecer chance de defesa à vítima. Dewites já estava preso preventivamente desde março do ano passado no Presídio Regional de Xanxerê. Durante seu depoimento aos jurados, disse não se recordar do momento que desferiu as facadas em Indiamara, mas confessou que foi até o ponto de ônibus para conversar com a ex-companheira e por diversas vezes demostrou ter cometido cenas de ciúmes contra ela. 

Veja também

Jovem encontrada morta na BR-282 em Bocaina do Sul era de Xanxerê22/08 Tatiana dos Santos foi reconhecida na tarde desta quinta-feira (22) pelo setor de papiloscopia do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Lages, que comparou suas digitais; e por familiares que reconheceram as roupas. A vítima foi encontrada morta às margens da BR-282, perto da empresa Ecoplast, na cidade de Bocaina do Sul, na Serra Catarinense, na manhã desta terça-feira......

Voltar para Polícia