Postado em 24 de Janeiro às 14h02

Volta às aulas: matrículas para a rede estadual de ensino vão de 4 a 7 de fevereiro

Entre os dias 4 e 7 de fevereiro, a Secretaria de Estado da Educação (SED) abre o segundo período de matrículas nas escolas estaduais para o Ensino Fundamental, Médio, Profissionalizante e Centro de Educação de Jovens e Adultos (Cejas).

Florianópolis - O início do ano letivo está próximo e ainda há tempo para quem não garantiu a matrícula na educação básica. Entre os dias 4 e 7 de fevereiro, a Secretaria de Estado da Educação (SED) abre o segundo período de matrículas nas escolas estaduais para o Ensino Fundamental, Médio, Profissionalizante e Centro de Educação de Jovens e Adultos (Cejas). No primeiro período foram registrados 371.914 novos alunos, a expectativa é registrar mais 150 mil neste segundo momento.


Interessados devem realizar a matrícula diretamente na escola desejada munidos dos documentos: certidão de nascimento; carteira de identidade; atestado de frequência com indicação da etapa/ano em 2018 ou histórico escolar; comprovante de residência atualizado (até três meses anteriores a matrícula); uma foto 3x4; carteira de vacinação, para os estudantes do Ensino Fundamental e fotocópia do CPF dos pais ou responsáveis.


Para ingresso no Ensino Fundamental Regular, a criança deverá ter completado seis anos de idade até o próximo 31 de março, conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e Portaria do MEC nº 1.035/2018. No Ensino Fundamental da Educação de Jovens e Adultos (EJA) é necessário ter 15 anos completos e 18 para o ensino médio.


"A rede estadual desenvolve diferentes programas dentro das respectivas modalidades, com o objetivo de ter e manter as crianças e jovens na sala de aula. As escolas já estão sendo preparadas para receber aproximadamente 530 mil alunos", ressalta a diretora da Gestão da Rede Estadual, Isabela Regina Fornari Muller.


O Ensino Médio conta com as modalidades Regular e com jornada ampliada, sendo: Integral em Tempo Integral (EMITI), Inovador (EMI) e Integrado Educação Profissional (EMIEP). Com a proposta de fomentar o protagonismo juvenil, potencializando a capacidade dos estudantes para realizarem escolhas melhores fundamentadas, o EMITI é ofertado em 32 escolas da rede estadual.


O Ensino Médio Inovador (EMI) é ofertado em 115 escolas e tem como objetivo oportunizar ao jovem a ampliação do tempo escolar com a inserção de atividades que tornem o currículo mais integrado e dinâmico, com conteúdos curriculares organizados a partir de um planejamento interdisciplinar. As atividades envolvem dimensões do trabalho, da ciência, da tecnologia e da cultura.


Educação Profissional
A rede estadual também está com matrículas abertas no Ensino Profissionalizante, tanto para quem ainda está no Ensino Médio, como para quem já concluiu. As oportunidades são por meio do Ensino Médio Integrado Educação Profissional (EMIEP) e pelos 18 Centros de Educação Profissional (Cedups).


Entre as duas modalidades são ofertados 34 diferentes cursos profissionalizantes em: administração; contabilidade; eletrotécnica; enfermagem; segurança do trabalho; agropecuária; estética; estradas; manutenção e suporte em informática; massoterapia; transações imobiliárias; vestuário; análises clínicas; edificações; informática; química; saneamento (EMIEP); mecânica; eletrônica; logística; qualidade; marketing; saúde bucal; eletromecânica; vendas; recursos humanos; fabricação Mecânica; automação industrial; meio ambiente; agente comunitário de saúde; cozinha; biotecnologia; alimentos; dança.
 

Veja também

Xanxerê tem representante em prêmio estadual de turismo20/11/18Esta é a primeira vez que Xanxerê participa do Prêmio Beto Carreiro, criado em 2008. Xanxerê – Xanxerê disputa, juntamente com os maiores destaques do turismo catarinense, ao Título Beto Carrero de Excelência no Turismo. O prêmio criado em 2008 homenageia anualmente pessoas e instituições que......

Voltar para Geral