Postado em 06 de Maio às 15h33

Sábado (11) terá “Sábado D Museu” com artista chapecoense

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina No sábado (11/05) acontecerá a terceira edição do Projeto “Sábado D Museu”. A ação integra o programa educativo do...

No sábado (11/05) acontecerá a terceira edição do Projeto “Sábado D Museu”. A ação integra o programa educativo do Museu de História e Arte de Chapecó (MHAC), e tem como objetivo principal abrir as portas do Museu para atividades culturais. O “Sábado D Museu” é uma iniciativa do Setor de Patrimônio Cultural da Secretaria de Cultura e será desenvolvida no segundo sábado de cada mês, durante 2019, com o objetivo de fomentar o uso do espaço, gerar debates sobre diferentes temáticas relacionadas à arte e a cultura, estimular a comunidade a se apropriar do espaço público, atrair novos públicos e fidelizar uma programação gratuita aberta à comunidade.

Para este sábado, às 15 horas terá um "Bate papo com o escultor VANDERLEI ZAMINAN". Ele é artista visual autodidata, atuante no município de Chapecó e reconhecido por explorar temáticas relacionadas a conscientização ambiental por meio das artes. De acordo com Ricardo Garlet, coordenador do setor de Patrimônio Cultural da Secretaria de Cultura de Chapecó, na constituição de suas esculturas, o artista recupera resíduos sólidos, discutindo as possibilidades criativas para o descarte consciente do lixo na elaboração de novos produtos. A postura crítica do seu processo revela a necessidade de manutenção dos recursos naturais e consequentemente a redução do impacto ambiental, resultado de uma sociedade desperta e responsável. “A conversa vai gerar em torno das experiências deste artista, visando fomenta diferentes dinâmicas no espaço para proporcionar o acesso da comunidade ao local”, comentou Garlet.

Saiba Mais

O Museu de História e Arte de Chapecó é um espaço onde a história e a memória do município de Chapecó tem sido preservada através do seu acervo documental, coleção de imagens e objetos e outras particularidades que salvaguardam as lembranças da vida e cultura deste povo. No entanto, o MHAC – Museu de História e Arte de Chapecó quer ir além, quer ultrapassar a função de somente preservar e guardar os bens culturais e assumir para si a tarefa de instigar outros saberes, de promover outros debates, de fugir do censo comum e problematizar o que está estabelecido. Para o Secretário de Cultura, Nemésio Carlos da Silva, “muito mais do que visitar periodicamente o MHAC, queremos que a comunidade veja esse espaço como seu, conheça e se aproprie da sua história e utilize esse espaço como um espaço cultural, vivo, onde as pessoas se encontram, debatem, conversem, e vivenciam experiências artísticas e culturais”, acrescenta.

Veja também

IFSC ofertará 792 vagas pelo Sisu no segundo semestre27/05 O Departamento de Ingresso (Deing) publicou o Edital nº 08/2019/2, que detalha a distribuição de 792 vagas em cursos superiores (licenciaturas, bacharelados e de tecnologia) ofertadas no segundo semestre de 2019 via Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Serão 21 cursos nos câmpus Chapecó, Florianópolis, Gaspar, Itajaí, Jaraguá do Sul-Centro,......
Bolsonaro: tendência do governo é vetar franquia de bagagem31/05 Foto Isac NóbregaPR O presidente Jair Bolsonaro afirmou durante transmissão semanal ao vivo em sua página no Facebook, que a sua tendência é vetar o dispositivo que determinou a gratuidade no despacho de bagagens......
Começam as inscrições para o ProUni11/06 Foto: Wilson Dias/Agência Brasil Começam hoje (11) as inscrições do Programa Universidade para Todos (ProUni). Ao todo, serão ofertadas, para o segundo semestre deste ano, 169.226 bolsas de estudos em......

Voltar para Geral