Postado em 02 de Janeiro de 2019 às 21h41

"O Brasil não será porto seguro para criminosos", diz Moro ao assumir ministério

Em seu discurso, Moro citou, entre outros pontos, a necessidade organizado de combater a corrupção e reforçar medidas contra o crime. 

O novo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, assumiu o cargo na quarta-feira (2), em cerimônia no Palácio da Justiça, em Brasília. Empossado na terça-feira pelo presidente Jair Bolsonaro, ele recebeu o bastão efetivamente na solenidade de transmissão de cargo, das mãos dos antecessores das pastas que ficarão sob seu comando: Torquato Jardim, que comandava a Justiça, e Raul Jungmann, que respondia pela Segurança Pública.


Em seu discurso, Moro citou, entre outros pontos, a necessidade de combater a corrupção e reforçar medidas contra o crime organizado. Ele afirmou ainda que o Brasil não será "um porto seguro para criminosos e o produto de seus crimes".


A equipe que vai atuar junto com o novo ministro também esteve presente. Além do secretário-executivo, Luiz Pontel, segundo posto do Ministério, estão confirmados no grupo de Moro Mauricio Valeixo, que assume a diretoria-geral da Polícia Federal, Raosalvo Ferreira, na Secretaria de Operações Policiais Integradas, Fabiano Bordignon, no Departamento Penitenciário Nacional, Érika Marena, no Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Internacional (DRCI), Luiz Roberto Beggiora, Políticas sobre Drogas, e Roberto Leonel, no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

(fonte:NSC)

Veja também

Há 14 anos era postado o primeiro vídeo no youtube. Saiba qual foi23/04/19 Em 23 de abril de 2005 foi ao ar o primeiro vídeo do YouTube. "Me at the Zoo" ("Eu no zoológico") tem apenas 18 segundos e foi postado por Jawed Karim, cofundador do site. Era o começo de uma das mais importantes páginas da história da internet. No vídeo, gravado por seu amigo Yakov Lapitsky, Karim aparece em frente ao cercado dos elefantes no......

Voltar para Geral