Postado em 14 de Maio às 13h33

Incrível! Evangélicos fazem plantão em ponte e já evitaram 84 suicídios

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina O ponto turístico de Natal no Rio Grande do Norte, a Ponte Newton Navarro se transformou também em um ponto de morte. Desde 2011, 1% dos suicídios do...

O ponto turístico de Natal no Rio Grande do Norte, a Ponte Newton Navarro se transformou também em um ponto de morte. Desde 2011, 1% dos suicídios do estado aconteceram na ponte. A revista Época apurou que, só neste ano, 413 pessoas se suicidaram a partir do vão central da ponte de 55 metros de altura (equivalente a um prédio de 18 andares). A média é de mais de três suicídios por dia.
Mas o trabalho da Igreja Assembleia de Deus está mudando a realidade do local. O pastor Rubens Medeiros, de 45 anos, da Assembleia de Deus, conta que se sentiu chamado a evitar os suicídios depois de sonhar que seu filho de três anos era uma das vítimas. "Eu o via subir a ponte e saltar. Acordei apavorado. Naquele momento, entendi que Deus estava falando comigo e decidi que iria acampar aqui, para evitar que as pessoas façam esse horror”, disse ele à Época. Até a publicação da reportagem, na última sexta-feira (10), 84 suicídios foram evitados pelo grupo “Sentinelas de Cristo” em menos de um mês.
O pastor montou um acampamento na cabeceira da ponte e chamou a atenção de todo o país. Devido à repercussão, o trabalho das Sentinelas foi equipado com mais de 20 rádios para comunicação, toda vez que um suicida em potencial começa a subir a ponte. Eles se dividem em equipes de plantão e cobrem toda a extensão de quase 3 km da ponte, três equipes de cada lado.
Entre as 84 pessoas que tentaram cometer suicídio, a dor emocional é um ponto em comum. “É impressionante o número de pessoas que tentam se matar porque não se sentem amadas”, comenta Rubens. Na última semana, um caso em particular tocou a todos: uma mãe subiu a ponte com seu bebê nos braços para dar fim à própria vida e à do filho. “Ela não se sentia merecedora de amor”, revelou o pastor.
Embora a ação do grupo tenha chamado a atenção nas redes sociais, o pastor Rubens Medeiros só pretende desmontar seu acampamento, que atualmente chega a ter 500 pessoas por dia, quando o governo der uma resposta eficiente ao problema. “Só vamos sair daqui quando mandarem patrulha para esta ponte enquanto providenciam a rede de proteção”, afirmou convicto.
(Com informações da Revista Época)

Foto: Reprodução

Veja também

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 55 milhões31/05 A Mega-Sena sorteia neste sábado (1º) prêmio acumulado estimado em R$ 55 milhões. As seis dezenas do concurso 2.156 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Caminhão da Sorte, estacionado......
Escritor português fala sobre “holocausto do século 21”16/11 FOTO: Solon Soares/Agência AL O escritor português radicado em Florianópolis Afonso Rocha utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (14), para falar sobre o tema do livro de sua autoria, “Pecador não......

Voltar para Geral