Postado em 28 de Junho às 09h00

Encontro de Orquestras neste sábado (29) em Chapecó

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Talvez algumas pessoas não saibam, mas as orquestras não são todas iguais. Existem as sinfônicas e as filarmônicas, que são parecidas e...

Talvez algumas pessoas não saibam, mas as orquestras não são todas iguais. Existem as sinfônicas e as filarmônicas, que são parecidas e possuem um grande número de músicos. E também as orquestras de câmara, que possuem um menor número de instrumentistas. No próximo sábado (29), será possível prestigiar algumas delas no 8º Encontro Brasileiro de Orquestras, que acontecerá no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, e terá início às 20 horas. O evento é promovido pela Unochapecó, em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura.

Ao todo, irão participar do evento 11 orquestras de todo o país, incluindo a Orquestra de Câmara da Unochapecó. Ao longo da apresentação, os 17 instrumentistas do grupo pretendem contar um pouco da história das orquestras em Chapecó, e também abordar as origens do Encontro. Em meio a diversas surpresas, o público poderá acompanhar o trajeto feito por um músico, do início de seus estudos até o momento em que ingressa em um conjunto orquestral.

Neste ano, mais uma vez os ingressos foram adquiridos com a troca de um 1kg de alimento não perecível. Porém, todos se esgotaram em menos de uma semana. Para o regente da Orquestra da Uno, professor Gustavo Pereira Malfatti, isso mostra que a comunidade já abraçou o evento e valoriza a cultura local. "O Encontro irá reunir diversos conjuntos de muita qualidade e que possuem repertórios bastante diferenciados. Há muitas orquestras com histórico rico de formação e difusão da música instrumental participando do evento neste ano".

Experiência diferente

Para a acadêmica do 8º período de Artes Visuais da Unochapecó, Djúlia Zilki, esse encontro será mais que especial. Ela já participou de duas edições com o Coro Universitário, mas esta será a primeira vez que a jovem irá tocar violino na Orquestra. A estudante faz parte da equipe desde agosto do ano passado. "Eu adoro tocar violino, é algo que me faz bem e me ajuda a ser mais compreensiva".

Djúlia começou a praticar o instrumento há pouco mais de dois anos, e apesar do nervosismo, sabe que está preparada para o evento do próximo sábado. "Estou bastante ansiosa, mas não vejo a hora de chegar o dia. Tenho a sensação que tudo será muito rápido quando estiver no palco", completa.

Crédito: Ana Vertuoso/Unochapecó

Veja também

Câmara aprova texto-base da reforma da Previdência10/07 Foto: Fábio Rodrigues Pozzebon/Agência Brasil Depois de oito horas de debates, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em primeiro turno, o texto principal da reforma da Previdência. A proposta teve 379 votos a favor......

Voltar para Geral