Postado em 21 de Agosto de 2019 às 15h21

Após ser velada por 8 horas, idosa volta para hospital em Bagé - RS

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina A polícia aguarda o laudo da necropsia para confirmar se uma idosa de 80 anos foi levada para ser velada ainda com sinais vitais, em Bagé, na região da...

A polícia aguarda o laudo da necropsia para confirmar se uma idosa de 80 anos foi levada para ser velada ainda com sinais vitais, em Bagé, na região da Campanha. O caso ocorreu nesta terça-feira (20). De acordo com o delegado Luis Eduardo Benites, titular da 2ª Delegacia de Polícia de Bagé, responsável pela investigação, o atestado de óbito emitido pela Santa Casa da cidade será confrontado com o horário apontado pelo Departamento Médico-Legal (DML).

Segundo o site GauchaZH, na manhã de terça, familiares interromperam o velório após notarem que a mulher estava "corada" e com o corpo quente. No boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), consta ter sido utilizado um equipamento para medir a pressão arterial, que, segundo os parentes, apontou 12 por 7 — o que indicaria que a idosa ainda estava viva. Também conforme a família, a mulher tinha 50 batimentos cardíacos por minuto.

A idosa estava internada havia duas semanas no hospital. Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, ela sofreu uma parada cardíaca na madrugada de terça-feira, quando a família foi chamada e, em seguida, o óbito foi anunciado.
De acordo com o delegado Benites, o médico foi ao velório após chamado dos parentes da idosa e então a encaminhou de volta ao hospital para novos exames.

— O mesmo médico que tinha atestado o óbito foi ao velório e acionou o Samu. Não temos como concluir erro, mas esse é um fato que terá que ser esclarecido. Por que chamou o Samu se tinha antes atestado a morte? — ressalta o delegado.

A reportagem de GaúchaZH contatou o médico, que disse que não comentaria o assunto, antes de desligar o telefone. A Santa Casa também foi procurada, mas nenhum diretor foi localizado na manhã desta quarta-feira.
O sepultamento só ocorreu após a realização dos trabalhos do DML, já no final da tarde.

O resultado da necropsia deve ser enviado à investigação até quinta-feira. As pessoas que estavam no velório, além do corpo clínico do hospital, serão ouvidas nos próximos dias.


Fonte: GauchaZH

Veja também

AMAI apresenta projeto de Turismo no Congresso de Prefeitos de 201910/09/19 Entre os dias 24 a 26 de setembro agentes públicos, servidores, empresários e dirigentes de instituições privadas e sociais se reúnem em Florianópolis para a 17º edição do Congresso de Prefeitos. Com estrutura de plenárias e feira de exposição de produtos, O congresso visa oferecer serviços e informações para......
NJE realiza segunda edição do CornDay05/12/18 Evento é aberto ao público e visa dissemina a cultura da inovação. ...

Voltar para Geral