Postado em 02 de Dezembro às 01h14

Tudo ou Nada: Chapecoense joga para se manter na Série A

Verdão do Oeste encara o São Paulo as 17h na Arena Condá

A Chapecoense fará o jogo mais importante do ano no próximo domingo, às 17h (de Brasília), quando encara o São Paulo em busca da permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Uma vitória é o suficiente para carimbar a manutenção na elite do futebol nacional na próxima temporada.

Satisfeito com o desempenho do time nas duas últimas partidas, contra Sport e Corinthians, Claudinei Oliveira confirmou que não irá fazer mudanças nos 11 que iniciam. Sem novos desfalques, o comandante tem a volta de Yann Rolim para o duelo, mas o meia deve ir para o banco.

- A gente deve manter a escalação. Vamos fazer alguns ajustes, testar alternâncias na mesma escalação. Se não ir como a gente quer no primeiro tempo, mudamos atletas de posição. Vamos marcar o adversário, evitar que saiam jogando, obrigar a darem o balão já que temos um jogo aéreo bom - disse Claudinei.

O provável time da Chapecoense é: Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Canteros e Diego Torres; Wellington Paulista e Leandro Pereira.

Será a nona partida do técnico pela Chapecoense. No clube desde outubro, o comandante está na iminência de atingir o objetivo pelo qual foi contratado: manter o Verdão na Série A. Com 41,67% de aproveitamento, Claudinei planeja seguir com o trabalho na próxima temporada independente do resultado no domingo.

- Em caso de vitória existe um acordo para renovação do contrato. Se der errado não sabemos como vai ser o pensamento. Quero ficar e fazer um trabalho a médio e longo prazo, mas sabemos que no futebol o resultado é levado em consideração - falou.

Fonte: Globo.com

Veja também

Chapecoense perde série invicta com derrota para o Internacional (duplicado)05/07 Os seis jogos de invencibilidade da Chapecoense fazem parte do passado. O motivo é que na noite desta segunda-feira, o Verdão do Oeste voltou a sentir o sabor da derrota, algo que não ocorria desde a goleada para o Atlético-PR, por......

Voltar para Esporte