Postado em 17 de Janeiro de 2019 às 09h46

O melhor faixa verde de jiu-jítsu do Brasil é joinvilense

Caio Felipe Ramos conquistou título no GP da liga da Copa Pódio, no último fim de semana, em São Paulo. 

Joinville - É catarinense o atleta considerado o melhor faixa verde de jiu-jítsu do País. Nascido em Joinville, Caio Felipe Ramos, 14 anos, conquistou o título no GP da liga da Copa Pódio, evento que reuniu os melhores lutadores faixa verde (até 67kg) do Brasil, em São Paulo, no último fim de semana.


O próximo passo na carreira do atleta será dado em 17 de fevereiro, quando o lutador enfrentará o australiano Kyle Mayocchi, na luta especial do The Orange League World, no Rio de Janeiro. Um início de ano e tanto para o jovem que treina desde os oito anos e que se dedica diariamente aos treinos.


- No último fim de semana fiz seis lutas e conquistei o título de melhor faixa verde. Agora vou focar meus treinos para a competição no Rio de Janeiro. Se vencer, vou mostrar que sou o melhor faixa verde do mundo. Estou muito feliz com essa oportunidade - diz o garoto cheio de personalidade do alto dos seus 1,67m e 62kg.


Desde que começou a lutar, Caio Felipe conta com o apoio do instrutor Marciano dos Santos, profissional que o acompanha nos treinos diários e nas viagens para as competições.


- O Caio é um menino muito talentoso. Começou a treinar comigo há cerca de seis anos em um projeto social. A mãe dele optou por colocá-lo no jiu-jítsu porque ele era um pouco hiperativo, mas logo no início percebemos que ele era diferenciado. Desde as primeiras competições, ele vem colecionando medalhas e cinturões - ressalta.


O instrutor comenta que a equipe Rilion Gracie Joinville tem atletas fortes na mesma faixa etária de Caio e que as conquistas são resultado de muito esforço e treino.


Essa não é a primeira grande conquista de Caio Felipe. O atleta se destacou em outras competições e já perdeu as contas de quantos campeonatos participou, mas sabe de cor a quantidade de medalhas ganhas: são 45 até hoje (35 são de primeiro lugar, nove de segundo, e uma de terceiro lugar). Além de três cinturões (dois do Desafio Gladiador e um do Cau7).


O amor de Caio Felipe pelo jiu-jítsu começou aos oito anos, num projeto social na Escola Municipal Padre Valente Simioni, no bairro Aventureiro.


- Mãe é sempre suspeita quando fala do filho, mas eu e meu marido temos muito orgulho do Caio. Apoiamos e incentivamos que ele lute desde o início e estamos sempre correndo atrás de patrocínio, porque vemos que ele tem um enorme potencial - diz a mãe Juliana Ramos.


(fonte: AN/NSC)

Veja também

Xanxerê vai receber "Pelada dos Amigos" com presença de craques do futebol brasileiro14/05/19 O Estádio Municipal em Xanxerê será palco no proximo dia 25 de maio da Pelada dos Amigos, um evento que reúne grandes craques do futebol brasileiro do passado. Em campo já estão confirmadas as presenças de Denilson, Edilson Capetinha, Amaral, Perdigão, Popó, Jr. Baiano entre outros. Estes farão parte do time "Amigos do Penta" que......
Xaxim receberá cerca de oitocentos atletas para a disputa da Olesc14/08/19 O município de Xaxim será Sede da fase Regional Oeste da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), envolvendo jovens com idades entre 14 a 16 anos. Os jogos serão realizados entre os dias 23 e 27 de agosto, estando em disputa......

Voltar para Esporte