Postado em 03 de Dezembro às 08h08

Após vitória, técnico do verdão confessa: "Primeira vez que me emociono antes do jogo"

Comandante da Chapecoense reafirma desejo de seguir no clube no ano que vem

Uma tarde de emoção, nervosismo, alegria e muita comemoração. A Chapecoense começou a 38ª rodada da Série A ameaçada de rebaixamento, mas conseguiu vencer o São Paulo e garantiu a permanência na elite por mais uma temporada. Diante de 19.992 torcedores, o Verdão fez o dever de casa e cumpriu o principal objetivo do ano. Que alívio!

Em entrevista coletiva, Claudinei Oliveira destacou o ambiente diferente da Arena Condá e valorizou o comprometimento dos jogadores para salvar o time da queda.

Além disso, disse que ficou emocionado quando pisou no gramado e viu que a torcida abraçou a equipe ao lotar as arquibancadas.

*Globoesporte.com

“Sei que cheguei sob muita desconfiança, eram normal pelos últimos resultados. A diretoria tinha um mercado enorme para olhar, mas viu em mim a pessoa para tirar a equipe dessa situação, apesar de estar fazendo o mesmo no Paraná e não estar conseguindo. Espero ter contribuído. Tenho que agradecer. Foi a primeira vez que me emocionei antes de um jogo. Trabalho com futebol desde a base, mas foi a primeira vez. Quando sentei no banco antes de começar o jogo, eu me emocionei. Foi bonito. Não tem como falar que não é diferente, teve essa semana especial pelos dois anos do acidente, todo o envolvimento da cidade... Saber que o que você faz muda a vida de uma cidade, de uma comunidade, de um estado. Todos entenderam e vieram com esse objetivo. Estou satisfeito”, falou.

Desejo de permanecer
Com o objetivo cumprido na Série A, Claudinei olha para 2019 e espera continuar vestindo a camisa verde e branca. Cauteloso, explicou que o assunto será discutido depois.

“Eu quero ficar. Falei até na sexta-feira que, independente do que acontecesse, se fosse para iniciar um trabalho ou reestruturar o time para a Série B. A gente sabia que isso se pautaria pelo resultado, o que conseguimos. Vamos aguardar, comemorar a permanência, descansar. A partir de amanhã começamos a pensar nisso aí. Que a gente possa seguir em 2019 e continuar esse trabalho, é o meu desejo, mas temos que esperar e acertar as coisas”, finalizou o técnico.

Com o fim do campeonato nacional, o elenco da Chape foi liberado para as férias. A reapresentação do grupo acontece em janeiro e visa o Catarinense. A estreia do Verdão será no dia 17, contra o Marcílio Dias, em casa.

Veja também

Voltar para Esporte