Postado em 04 de Janeiro de 2019 às 11h31

Secretaria de Articulação Internacional

Para liderar a pasta, Moisés convidou um empresário de Joinville com atuação nos Estados Unidos, Derian Campos, que tem negócios nos setores automotivos e de startups.

Atento à crescente internacionalização da economia catarinense incentivada pela maioria das entidades empresariais, vinda de empresas estrangeiras ao Estado e à decisão do governo federal de abrir mais a economia brasileira ao exterior, o governador Carlos Moisés da Silva reabriu a Secretaria de Articulação Internacional que havia sido fechada em fevereiro do ano passado pelo então governador Eduardo Moreira. Para liderar a pasta, Moisés convidou um empresário de Joinville com atuação nos Estados Unidos, Derian Campos, que tem negócios nos setores automotivos e de startups.


Um dos desafios colocados a ele foi ampliar as exportações de software e tecnologia em geral. Especialista em marketing pela Harvard School of Business, o empresário tem experiência no fomento e na abertura de negócios no exterior, além de relações comerciais com os EUA, países da Europa, China e México. Com essa escolha, o governador atende a maior cidade catarinense que estava sem presença no primeiro escalão do executivo estadual e também os que lamentaram a falta da pasta internacional.


Quando Moreira fechou a secretaria recebeu críticas porque ela estava fazendo um trabalho relevante, tendo à frente outro joinvilense, o advogado Carlos Adauto Virmond. O argumento foi corte de custos. O novo governo informou que o objetivo é diversificar as relações de Santa Catarina com mercados internacionais e também a lista de produtos vendidos lá fora.


Hoje, os destaques maiores são do agronegócio, com carnes e grãos, mas é forte a participação de industrializados como autopeças, máquinas e equipamentos. SC está em oitavo lugar entre os Estados mais exportadores do Brasil. De janeiro a novembro exportou US$ 8,16 bilhões e respondeu por 3,71% das vendas lá fora.


As importações alcançaram US$ 14,41 bilhões no período, somaram 8,57% do total do país e SC segue em terceiro lugar nesse ranking. Vale observar que nesses dados não estão as exportações de software e serviços, que são contabilizadas separadamente.


(fonte: Estela Benetti/NSC)

Veja também

Taxa de desemprego no Brasil cai para 11,8% em julho, diz IBGE30/08/19 Foto: Wilson Dias/Agência Brasil A taxa de desemprego do país recuou para 11,8% no trimestre finalizado em julho deste ano. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada hoje (30), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa é inferior aos 12,5% do trimestre encerrado em abril deste ano e aos 12,3% de......
Ponte Serrada inicia entrega de carnês de IPTU 19/03/19 Carnês estarão sendo entregues no endereço de cada contribuinte a partir do dia 22, ou emitido no site www.ponteserrada.sc.gov.br, no Portal do Cidadão. ...

Voltar para Economia