Postado em 22 de Fevereiro às 10h42

Movimento Econômico vai homenagear empresários e produtores que ajudam Xanxerê crescer

Evento integra a programação dos 65 anos do município.

Por Joimara S.Camilotti
Xanxerê – Reconhecer o trabalho e a dedicação de homens e mulheres que na chuva ou sob o sol, independente da crise econômica ou política estão sempre ávidas a dar o seu melhor, a conquistar mais clientes, mais mercado e assim, manter suas empresas funcionando gerando emprego e rendas, será feito pela administração municipal de Xanxerê, em mais uma edição do Movimento Econômico

O evento integra a programação de aniversário dos 65 anos do município, e não havia sido realizado nos últimos anos. Nesta edição serão premiadas empresas, prestadores de serviços e produtores rurais que tiveram maior arrecadação conforme o ano base 2017 – exercício 2018.

A solenidade acontece no dia 27 de março, no Parque Rovilho Bortoluzzi e será organizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Conforme o secretário Charles Rabaiolli, a escolha dos ganhadores se dá por critérios técnicos e neste ano deve haver uma homenagem surpresa para as empresas que mais geram empregos no município. “Nós já temos as informações levantadas, são dados que vêm do Governo do Estado e nós pegamos os primeiros colocados do exercício 2018, ano base 2017”, explica.

Para o prefeito Avelino Menegolla, os 65 anos do município é o momento de agradecer a todos pelo que representam.

“É um momento de valorizar aqueles que vieram para Xanxerê, aqueles que desbravaram este município com muito trabalho, muita luta, os prefeitos que aqui administraram o município, que foram 17 prefeitos e cada um fez a sua parte. Nós temos hoje uma pequena resposta com esta programação em poder na parte cultural trazer um pouco de alegria, nos eventos, mas também temos o movimento econômico que é o momento de respeito ao nosso empresário, nosso comércio e indústria, que tem acreditado na cidade”, finalizou.
 

Veja também

Policia Militar irá auxiliar na defesa agropecuária de Santa Catarina14/03 “Nós temos muito interesse em trabalhar junto com a Polícia Militar para reforçar a defesa agropecuária em Santa Catarina. A principal linha de ação seria na fiscalização de estradas e fronteiras”, explica Ricardo de Gouvêa....

Voltar para Economia