Postado em 14 de Janeiro às 10h58

Material Escolar: confira dez dicas para economizar nas compras

Planejamento e pesquisa de preços são a chave para ir às compras sem gastar mais que o necessário.

Florianópolis – Janeiro chegou e com ele algumas daquelas obrigações comuns para muitos brasileiros: ir às compras do material escolar dos pequenos. Mas não basta ter a lista em mãos e disposição. Antes, é preciso conferir como está o orçamento, conversar com a criança de forma realista para explicar o impacto da compra do material no orçamento da família, fazer uma boa pesquisa e só então fazer as compras, de modo consciente.

Como tudo isso não é uma tarefa fácil, confira dez dicas que podem auxiliar o consumidor na compra do material escolar, para que consiga economizar neste momento que coincide com muitas outras despesas recorrentes de início de ano.

Dica n.º 1: pesquise
Antes de ir às compras pesquise os preços. Hoje é possível realizar a pesquisa na internet em diversos sites ou aplicativos para celular, o que facilita e muito a tarefa. Com este levantamento em mãos, você consegue descartar a compra daquele item mais caro em determinadas lojas, e também consegue uma melhor negociação quando se dirigir a uma loja física.

Dica n.º 2: reutilize
Antes de se desfazer dos materiais e uniformes do ano anterior, verifique o que pode ser reutilizado. No caso do uniforme e livros, é possível aproveitar os do filho mais velho para o mais novo. Mochila, estojo, apontador são alguns itens que podem ser reutilizados, caso estejam em bom estado. Faça parte de grupos de pais e mães da escola, verifique se neles pode vender o que não será mais usado, comprar itens usados que seu filho precise por um preço mais em conta, ou, ainda, trocar os materiais.

Dica n.º 3: compre no atacado
Lojas que vendem no atacado costumam ter preços mais baixos, pois vendem em quantidade. Veja o que é possível comprar nessa modalidade, que possua prazo de validade estendido ou que será muito utilizado durante todo o ano. É comum que a criança utilize muitos lápis ou borrachas. Nestes casos, optar pelo atacado pode ser uma boa. Outra alternativa é se reunir com outros pais para ir às compras nessas lojas. Assim vocês dividem os custos e acabam pagando menos.

Dica n.º 4: compre com antecedência
Não deixe para se organizar, pesquisar e comprar o material escolar nas últimas semanas, já perto do início das aulas. Planeje-se para antecipar a compra. Assim você pode pesquisar preços e opções com mais tranquilidade e evitar lojas lotadas características nas últimas semanas de férias.

Dica n.º 5: substitua itens
Avalie os itens da lista e veja o que pode ser substituído por uma opção mais em conta. Além disso, se possível, questione na reunião de pais a necessidade de itens que possam ter sido exigidos, mas que parecem desnecessários ou em quantidades discrepantes. Assim, a escola pode reavaliar a exigência para os anos seguintes.

Dica n.º 6: envolva a criança
Converse com a criança sobre a lista. Antes de negar um item de desejo, explique a realidade do orçamento familiar e busque alternativas mais baratas ao produto desejado que atendam às necessidades e os anseios dela.

Dica n.º 7: substitua os personagens
Seu filho quer o kit completo (mochila, estojo, lancheira etc.) de um personagem? Explique para a criança que ela precisa escolher apenas alguns itens do personagem desejado para que todo o material caiba no orçamento. Questione a necessidade do item, pergunte porque é preciso pagar mais em uma caneta apenas por ter um personagem gravado, se a outra exercerá a mesma função. É uma boa oportunidade para ensinar como cuidar do dinheiro, um conhecimento importante para a vida deles.

Dica n.º 8: negocie condições
Pechinchar pode fazer a diferença ao final da compra, por isso negocie condições de pagamento. Se for comprar à vista, veja a possibilidade de um percentual de desconto. Já se a opção for parcelar, fique atento se há juros e negocie.

Dica n.º 9: siga a lista
Vá às compras com a lista em mãos e evite comprar itens que não estão inclusos, como aquela canetinha especial ou caixa de lápis de cor com o número de cores superior ao solicitado. Caso não tenha um bom desconto para a compra da lista toda, deixe os materiais que não são necessários nos primeiros meses de aula e aproveite as promoções, que são comuns após o início das aulas.

Dica n.º 10: preserve os materiais
Converse com a criança sobre a importância de zelar pelo material durante o ano. Fale da importância de cuidar dos itens comprados para evitar desperdícios e gastos no meio do ano, comprando mais itens escolares, além de poder vender ou doar o material em bom estado para outra criança que não tem condições de compra-los novos. Encape os cadernos e livros para que eles se mantenham conservados ao longo do ano.


 

Veja também

CNH com chip é adiada para o fim de 202211/12/18 Anunciado há um ano, prazo inicial previsto pelo Contran era de 1º de janeiro de 2019. Futuro modelo ficará parecido com cartão de crédito...
Depois de quatro anos em queda, carteira assinada volta a crescer31/05 Foto: Marcelo Casal/Agência Brasil Depois de 16 trimestres (quatro anos) seguidos de queda, o emprego no setor privado com carteira de trabalho assinada voltou a crescer. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios –......
Mega-Sena sorteia hoje o maior prêmio deste ano; R$ 125 milhões02/05 Foto: Marcelo Casal/Agência Brasil A Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira (2) um prêmio de R$ 125 milhões. De acordo com a Caixa, o maior deste ano. O sorteio das seis dezenas do concurso 2.147 será realizado a partir das......

Voltar para Economia