Postado em 11 de Fevereiro às 13h43

Horário de verão termina neste domingo

O horário brasileiro de verão termina à meia noite do próximo domingo (17/2). 

Brasília - O horário brasileiro de verão termina à meia noite do próximo domingo (17/2). A população de dez estados e do Distrito Federal (DF) deverá atrasar os relógios em uma hora: Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC), Paraná (PR), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Minas Gerais (MG), Espírito Santo (ES), Mato Grosso (MT), Mato Grosso do Sul (MS) e Goiás (GO).

Em caso de dúvidas sobre o horário dos voos, a Infraero recomenda aos passageiros e usuários que procurem informações junto às companhias aéreas, balcões de informações nos terminais ou ainda com os empregados da empresa nos terminais vestidos com coletes amarelos "Posso Ajudar?"

O horário brasileiro de verão é a alteração da hora oficial, em algumas regiões do país, por um período determinado, em uma hora, sendo que no seu término os relógios são atrasados em uma hora. O horário de verão é uma determinação da presidência da república através da Casa Civil com o decreto Nº 6.558, de 08 de setembro de 1988. O decreto determina que o horário de verão deverá ser encerrado no terceiro domingo de fevereiro, exceto se for o domingo que antecede o carnaval que então deverá ser encerrado no domingo seguinte.

Veja também

Sicredi financia sistema de energia solar para hospital do Oeste14/06 Foi inaugurado nessa quarta-feira (12) o sistema de geração de energia fotovoltaica do Hospital Nossa Senhora da Saúde (HNSS), de Coronel Freitas. Com investimento na ordem de R$ 400 mil, o sistema implantado conta com 200 placas solares que geram energia acima do suficiente para a demanda já existente do Hospital, o que assegura o funcionamento da instituição. O......
Acix elege Empresário do Ano 201830/11/18 Evento que ocorreu na noite de quinta-feira (29), destacou os três empresários amis votados e elegeu Bruno Bortoluzzi como nome destaque. Foram citados ainda, Flavio Soares, diretor proprietário da empresa Equitec e Irene Sá......

Voltar para Economia