Postado em 31 de Julho de 2019 às 13h51

FGTS pode movimentar 39 milhões em Chapecó

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Foto: Marcello Carmargo/Agência Brasil A liberação dos saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS),...

Foto: Marcello Carmargo/Agência Brasil

A liberação dos saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), anunciada pelo governo federal, pode injetar mais de R$ 39 milhões na economia de Chapecó a partir de setembro. Essa é uma estimativa levantada pela Divisão de Pesquisa e Estatística do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom), com base no valor individual para o saque autorizado pelo governo e no número de trabalhadores cadastrados no município.

O cálculo feito pelo Sicom Pesquisas estima injeção de R$ 39,28 milhões na economia de Chapecó mediante a liberação do FGTS. Esse número toma como base o último indicador da Relação Anual das Informações Sociais (Rais), referente a 2017, que especifica 78.568 empregados com carteira assinada em Chapecó, pois os dados do ano passado ainda não foram fechados pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Com início em setembro, os trabalhadores poderão realizar saque individual de até R$ 500,00 em contas do FGTS, tanto ativas como inativas. No Brasil, a estimativa do Ministério da Economia é de que ocorra a injeção de R$ 28 bilhões no mercado ainda neste ano.

Para o presidente em exercício do Sicom, Ricardo Urbancic, a liberação dos saques do FGTS representa uma alternativa para ampliar o movimento da economia neste segundo semestre. Avalia que, mesmo que o saque tenha valor reduzido por trabalhador, a somatória torna-se representativa em função da amplitude do mercado de trabalho, o que gera possibilidade de maior movimento no comércio e em outros setores, como a prestação de serviços.

Veja também

Petrobras aumenta preço da gasolina em 3,5% nas refinarias30/04/19 A Petrobras informou que o preço médio do litro gasolina nas refinarias vai subir 3,5%, para R$ 2,045, a partir de terça-feira (30). É o maior patamar desde 23 de outubro do ano passado (R$ 2,0639). O preço médio da gasolina não mudava desde 23 de abril. A Petrobras reduziu a frequência de reajustes na gasolina. Para evitar perdas, tem utilizado mecanismo de......
Governo anuncia hoje pacote de medidas para caminhoneiros16/04/19 O governo vai anunciar nesta terça-feira um pacote de medidas enquanto não chega a uma solução para o impasse em relação ao preço do diesel e em uma tentativa de evitar qualquer possibilidade de nova greve dos......
Palestra gratuita foca no empreendedorismo de sucesso em Xaxim08/05/19 “Supere seus medos e alcance o sucesso” é o foco da palestra gratuita que o Sebrae/SC e a Associação Empresarial de Xaxim (ACIAX) promovem nesta quinta, dia 9 de maio, às 19 horas, na ACIAX. O evento é destinado......

Voltar para Economia