Postado em 27 de Março às 10h28

Epagri lança nesta sexta-feira aplicativo com informações estratégicas sobre agronegócio

O produto coloca na palma da mão de agricultores, tomadores de decisão, jornalistas e cidadãos, informações estratégicas sobre o agronegócio catarinense.

Florianópolis - A Epagri lança nesta sexta-feira, 29 de março, em Florianópolis, o aplicativo InfoAgro para smartphones e tablets. O produto coloca na palma da mão de agricultores, tomadores de decisão, jornalistas e cidadãos, informações estratégicas sobre o agronegócio catarinense. É uma revolução na forma de acessar números que antes estavam organizadas em planilhas, tabelas, textos e outros documentos arquivados em computadores de técnicos de instituições estaduais e federais. O projeto foi delineado pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri (Epagri/Cepa) com apoio da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e suporte tecnológico do Ciasc.

O aplicativo InfoAgro reúne dados anuais de produção vegetal, animal e leiteira, importações e exportações do setor agropecuário, além de apresentar as ações em políticas públicas e Valor Bruto de Produção (VBP). A aba de preços de produtos é atualizada mensalmente. Em cada aba, um botão “saiba mais” remete a um painel web com informações detalhadas, ilustradas por gráficos que permitem comparações entre valores.

Para desenvolver o novo produto, foi preciso antes integrar as bases de dados de órgãos estaduais como Epagri, Cidasc, Ceasa e Secretaria da Agricultura e da Pesca. Também foram adicionados dados de fontes externas, como os de crédito fundiário, gerados pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA). Tudo é reunido na plataforma Boa Vista, tecnologia big data desenvolvida pelo Ciasc, que disponibiliza de forma inteligente e rápida grandes volumes de dados.

“Com o lançamento do InfoAgro a Epagri mostra que está alinhada com o programa Governo sem Papel, que prioriza geração de informações digitais em substituição às impressas”, argumenta Edilene Steinwandter, presidente da Empresa. O aplicativo customiza para dispositivos móveis as informações disponibilizadas desde o ano passado no Sistema Integrado de Informações da Agropecuária da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina (http://www.infoagro.sc.gov.br). “O aplicativo é mais uma plataforma de governo para comunicação com o cidadão, que desenvolvemos para dar a maior visibilidade possível aos dados que geramos”, esclarece Reney Dorow, gerente da Epagri/Cepa.

O aplicativo InfoAgro já está disponível para download grátis em celulares Android. Na primeira semana de abril ele será disponibilizado, também de forma gratuita, para iOS.

Síntese da agricultura
Paralelamente ao InfoAgro o Epagri/Cepa lança no evento do dia 29 a Síntese Anual da Agricultura de Santa Catarina 2017-2018. O documento, publicado anualmente, está na 39ª edição e traz informações dos setores agrícola, pecuário, florestal e aquícola de Santa Catarina. Apresenta análises do desempenho produtivo e mercadológico das principais cadeias produtivas da agricultura estadual: alho, arroz, banana, cebola, feijão, maçã, milho, soja, tabaco, tomate, trigo, uva e vinho, carne bovina, carne de frango, carne suína, leite, mel, aquicultura e setor florestal.

Na Síntese 2017-2018 os analistas da Epagri/Cepa assinam artigo que faz uma análise dos números de censo agropecuário 2017, destacando as mudanças estruturais da agricultura catarinense num comparativo com levantamentos mais antigos. Entre as principais mudanças observadas, destaque para o envelhecimento e a masculinização dos produtores rurais e uma consistente diminuição da mão de obra ocupada nos estabelecimentos agropecuários catarinenses. Há também um gradativo decréscimo no número de estabelecimentos agropecuários no Estado. O estudo contatou ainda em Santa Catarina um movimento de modernização tecnológica contínuo e acelerado, tanto nas principais culturas vegetais quanto na produção de animais e de produtos derivados.

Veja também

Receita recebe Imposto de Renda de quem não entregou dentro do prazo02/05 Foto: Marcelo Casal - Agência Brasil Os contribuintes que perderam o prazo de entrega da declaração de Imposto de Renda das Pessoas Físicas 2019 podem enviar o documento a partir de hoje (2). O contribuinte é multado em 1% do imposto devido por mês de atraso (limitado a 20% do imposto total) ou em R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. Não será......
Doação de terrenos a empresas será votado hoje na Câmara de Xaxim06/08 Serão votados nesta terça-feira, 06 em segunda votação, pelos vereadores xaxinenses, dois importantes Projetos. Um deles, trata-se da autorização do Poder Executivo a efetuar a doação, com encargos, de......

Voltar para Economia