Postado em 18 de Dezembro de 2018 às 13h50

Só polêmica

Os últimos dias antes do recesso da administração municipal de Xanxerê estão sendo de polêmica. Primeiro foi divulgada a informação de que o prefeito estaria cogitando tirar a secretária de Saúde, Irene Goralski, da função. A pasta seria coordenada por Ademir Gasparini (Miri). Depois foi a troca do diretor do colégio Paul Harris, onde, segundo relatos, o prefeito desprezou o pedido dos alunos. Aí veio a troca de um médica no posto de saúde do Bairro Tonial e a informação de que o sobrinho do Miri seria o chamado da vez.

Antecipar
Na medida do possível a administração deu resposta para as situações, mas as críticas sempre são maiores e os comentários contrários às atitudes acabam se superando, até porque, o prefeito é sempre o último a ser ouvido e dar seu posicionamento.

O melhor remédio

Quem conhece um pouco de política sabe que medidas são necessárias, que notas baixas e reprovação em escola é sinônimo de troca de diretor, que contrato vencido pode ser renovado com outro profissional e assim por diante. Se tais notícias fossem divulgadas antes da polêmica acontecer, o resultado seria outro, mas parece que administração procura pelas críticas, pois nunca antecipa os fatos.

Mudanças?
2019 vai ser osso duro no quesito ‘cargos públicos’. Em Xanxerê, teremos a tão esperada reforma administrativa, que poderá nem surtir o efeito que muitos gostariam, mas vai adequar muita coisa. Agora, evitar que nomes entrem é mais difícil.

Cogita-se
Há rumores de que o xanxerense Alexandre Tonini estaria voltando para a Campina e, consequentemente, ocuparia uma função na Prefeitura, assim como Ademir Gasparini. Em quais pastas ainda não se sabe, mas especula-se que a de Administração e Finanças pode ser uma delas, pois a saída de Jader Danielli, que realizou um excelente trabalho, lhe dará maior visibilidade em sua cidade Natal, Faxinal dos Guedes, onde poderá dar passos na carreira política.

Para melhor

Por hora são só especulações e, como já disse acima, o pronunciamento oficial é sempre o último. Até lá, muitos comentários deverão surgir. O bom é que já dá para sentir o termômetro para o lado positivo ou negativo das ações. Se forem mudanças que vão melhorar os rumos da cidade, por que não?

 

Veja também

Reforma administrativa11/03 A reforma administrativa proposta pela Prefeitura de Xanxerê pode não ser o que parece. Alguns vereadores questionam se a referida reforma vai gerar realmente economia aos cofres públicos. Na teoria a intenção da proposta é reduzir quase 50% dos cargos comissionados, com economia anual de mais de R$ 1 milhão. Dos 89 cargos comissionados passaria para o número de......
Da Redação: "Seria cômico, se não fosse trágico"23/11/18 “Saída de casa noturna em velocidade superior ao limite, motorista embriagado, avançando sinais vermelhos. Tudo isso somado ao porte ilegal de armas e drogas ilícitas abordo de um veículo oficial”.  O evento......
Da Redação: AIDS parece não preocupar mais a população07/12/18 As campanhas contra o HIV são cada vez maiores, valor inversamente proporcional ao quanto as pessoas, principalmente os jovens, se preocupam com a doença. ...

Voltar para Colunistas