Postado em 16 de Abril às 16h17

O Destino do PP - Franscismar Martins

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina O destino do PP No ano que antecede a mais um pleito municipal não se sabe qual direção trilhará o Partido Progressista de Xaxim. Já...

O destino do PP
No ano que antecede a mais um pleito municipal não se sabe qual direção trilhará o Partido Progressista de Xaxim. Já tivemos a saída do partido do então candidato a prefeito, empresário Fábio Cordenonsi e mais recentemente a entrada de Melchior Berté ao governo do PSD. Se o partido efetivar o retorno da aliança com o PSD voltará ao seu status de antigamente, coadjuvante de um partido maior. Já falei em outras ocasiões que o PP pode fazer mais que isso, como foi no último pleito, não se elegeu, mas mostrou toda a sua força ao brigar com outras duas forças políticas locais.

A importância do vice
Logicamente que no próximo pleito a escolha de um vice-prefeito será preponderante. Historicamente o PP não se alia com o PMDB de Ideraldo Sorgatto. Se os progressistas optarem em permanecer com o PSD, Adriano Bortolanza, provável candidato pessedista já abre certa vantagem. Há de se mencionar, porém, que uma terceira chapa deve estar no páreo, o novato PSL com o nome provável de Ivo Silveira, atualmente suplente de deputado estadual.

Xanxerê
Recentemente um empresário ligado ao atual governo teve seus bens bloqueados. Um vereador abriu a boca para criticar o atual empresário, sem ao menos esperar a conclusão das investigações. Não querendo inocentar ninguém, mas até que não se dê ampla defesa a acusados, é melhor se manter em silencia e aproveitar para tirar primeiro os ciscos de seus próprios olhos.

Cordilheira Alta
Em Cordilheira Alta alguns nomes já circulam na boca do povo. No PSD é certo de que o nome do possível candidato é o empresário Clodoaldo Briancini. Será seu primeiro pleito como candidato a prefeito. Já no PP temos o declarado candidato Marcelinho Graciani, mas não se pode esquecer da tradicional figura dos progressistas, Lauro Tecchio e do jovem promissor vereador Evandro Pederssetti. Já no PMDB não se fala em Picasso, mas sim em Almir Valandro, Sidonia Merisio e do jovem empresário Evandro Borsoi.

R$ 3milhões
Já é tradição nos municípios brasileiros os prefeitos segurarem recursos em caixa para gastarem nos seus últimos anos de governo. Em Cordilheira Alta algumas informações dão conta de que o caixa da prefeitura já chega em R$ 3 milhões e que boa parte dos recursos serão aplicados agora. Estratégia de governo que não pensa na população, mas no pleito municipal. Enquanto não se aplica os recursos, a população fica a espera. 

Veja também

Devolvendo na mesma moeda30/01 Tem um ditado que diz: “bala trocada não dói”! Essa é a máxima que estão usando para tentar entender o convite do prefeito Avelino Menegolla ao ex-prefeito Ademir Gasparini (Miri) para assumir a Secretaria de Obras. Quando prefeito, Miri nomeou Menegolla para cuidar dos serviços da garagem, onde a grande reclamação era as péssimas......
Bloco do aumento08/03 O Carnaval até pode ter passado, mas que a folia não parou na quarta-feira de Cinzas, tenham certeza. Na Campina, após divulgação da prestação de contas da administração, ficou evidenciado que......

Voltar para Colunistas