Postado em 20 de Dezembro de 2018 às 10h10

Empossados

JOIMARA (38)

Em clima de muita renovação, foram empossados os novos comandantes do Estado. Carlos Moisés e Daniela Reinehr não escondiam a alegria em tomar posse e poder tomar conta dos rumos de Santa Catarina. Ambos tem uma missão que é fazer o Estado crescer, reduzindo os gastos para poder investir nas áreas mais necessitadas. Por outro lado, temos um time de deputados que estão afoitos em assumir suas cadeiras e começar a trabalhar.

Lá se vai 2018

Finalizamos mais um ano e chegamos na última edição com a sensação de que trabalhamos muito para poder parar e planejar o que queremos para 2019. Foi um ano bem tumultuado e, para muitos, foi do 08 ao 80, mas trouxe alegrias, vitórias e um pouco de problemas também. Foi um ano em que pudemos perceber a força das pessoas e a vontade de fazer melhor. Enfrentamos um pleito eleitoral temível, onde as pessoas se dividiram em grupos e hoje já se pensa em uma coletividade.

O que deu para fazer
Se fizermos uma breve retrospectiva de 2018 vamos lembrar que Xanxerê está com o ginásio de esportes quase pronto e, em andamento, ainda temos saneamento básico, liberação de contorno viário, obras no hospital, escolas e distrito industrial. Na região também foram notadas obras em ginásios, escolas, Cras e investimentos em pavimentações. Todas as administrações tentaram, de alguma forma, viabilizar os serviços com recursos próprios, pois foi um ano em que verbas federais, estaduais e até de convênios foram bem escassas.

Trazendo para o município
Para 2019 se espera que mais ações aconteçam. O ano vai ser de movimento, então, que as coisas se mexam logo no inicio. Todos os municípios precisam de maior retorno para seus cofres e isso precisa ser buscado não com aumento de impostos, não onerando as pessoas, mas com o retorno maior dos serviços que aqui oferecemos. Por exemplo, Xanxerê é conhecida como a bacia leiteira do Estado, mas perguntem quanto fica de tributos para o município? Uma titica de nada, porque o produto não é processado aqui.

Pontos para quem fizer

O gestor que vier com essa premissa de buscar o processamento de produtos direto na sua cidade vai ganhar muito. Quantos produtos e serviços não são feitos nos 14 municípios da Amai que poderiam contar com o processamento direto também? Por que não trazer as empresas para mais perto do produto? Parece até difícil de compreender o motivo de até hoje isso não ter sido buscado.

Tempestade
O tempo anda dando um susto em todo mundo. Não bastasse o calor terrível que está castigando o Oeste, ainda temos as tempestades de verão que já começaram com estragos. Ouro Verde passou por um forte vendaval que destelhou 12 casas, destruiu um barracão e ainda deixou uma pessoa sem vida e outra ferida. Os alertas da Defesa Civil serão cada vez mais necessários, até porque já se sabe que esta época do ano é propicia para situações atípicas do tempo. 

Veja também

Telefone mudo29/03 Curiosidade de quem dá aquela espiadinha nas redes sociais foi encontrada em uma página pessoal do vice-prefeito Ivan Marques. O político postou a imagem de um telefone antigo, com um cadeado e a descrição: no meu tempo telefone bloqueado era assim! E mais, vocês duvidam que isso vai voltar? Bom, deixou nas linhas de investigações dos curiosos de plantão......
Das tragédias as lições18/02 Será possível assimilar alguma lição diante de uma tragédia? ...

Voltar para Colunistas