Postado em 06 de Dezembro de 2018 às 13h38

Em obras

Quem deve passar o fim de ano com uma boa conquista são os moradores do Bairro Castelo Branco. Os trabalhos estão a mil para pavimentar as ruas do bairro. O pedido era antigo e a necessidade era imensa, até porque o bairro não é grande e com um bom planejamento seria possível atender a necessidade dos moradores. Agora, o que os moradores também esperam é a ligação do saneamento básico. Todo o trabalho já foi feito debaixo da terra e há anos se aguarda a conclusão da primeira etapa para que o esgoto tenha destino correto.

Parceira entre os poderes

O bom relacionamento entre a Prefeitura de Xanxerê e a Câmara de Vereadores nas duas vezes em que o Partido dos Trabalhadores (PT) esteve a frente dos trabalhos, resultou em bons frutos e harmonia entre os poderes. Até mesmo o prefeito Avelino Menegolla reconhece essa parceria como algo importante para o município. E a oposição este ano teve seus altos e baixos, cutucou quando necessário, mas nada polêmico como víamos em outros anos.

Vem tempestade?
Talvez a “calmaria” entre executivo e legislativo da Campina tenha acontecido porque o ano foi atípico, com muitas incertezas, e o melhor era não fazer muita tempestade diante de tantas polêmicas externas. Para 2019, as expectativas são de muito alvoroço, até porque vai ter muita gente querendo mostrar trabalho visando conquistar votos.

Tudo junto
A indignação da semana dos jornalistas da Campina é que quase nunca se tem eventos e, quando tem, resolvem fazer ao mesmo tempo. Isso vale para o dia 12, chegada do Papai Noel com praça cheia, atrações e muito trabalho para imprensa, mas no mesmo dia acontece uma sessão extraordinária da Câmara de Vereadores para eleição da nova mesa diretora. E aí, a imprensa se divide como?

Primeiro arrumar
Pelos assuntos que rondam o Estado, até o mês de maio o novo governo de Carlos Moisés afirma que muita coisa não poderá ser feita, primeiro porque terão que reduzir custos onde puderem para ver o que vai sobrar e então começar a aplicar. Se por um lado gera um temor de que as coisas estaduais ficarão na inércia, por outro faz pensar que após a organização da casa, fica muito mais fácil trabalhar.

Quer saber?
2019 está chegando e será que vamos ter alguma medida impopular por parte da administração municipal das prefeituras da Amai? Como se manter em pé em um ano de muitas novidades, onde os recursos externos podem demorar a chegar?
 

Veja também

Coluna Joimara 324/10/18 Que empresa que não volta?! A novela chamada saneamento básico, capítulo milésimo, continua no chove não molha. Até onde informado, a Prefeitura estava terminando os orçamentos que estariam defasados devido ao tempo da obra. Com ele pronto e o valor assegurado, o que se esperava era que a empresa voltasse imediatamente, porém, a última......
Joimara Camilotti: Sobre danos aos patrimônios públicos23/11/18 Pra cair  Em pleno cruzamento entre as ruas Rui Barbosa e José de Miranda Ramos, no Centro de Xanxerê, eis que a placa de trânsito está prestes a cair. Pode ter sido ocasionada por um veículo que tenha se chocado, como......
Mensaqgem e convite Associação Espírita Chico Xavier16/09/19 LEI DE DESTRUIÇÃO I – Destruição Necessária e Destruição Abusiva 728. A destruição é uma lei da Natureza? – E necessário que tudo se destrua para renascer e......

Voltar para Colunistas