Postado em 06 de Dezembro de 2018 às 13h43

Taxa de iluminação pública vai ficar mais cara em Xanxerê

Prefeitura busca reequilibrar as contas e o reajuste será necessário.

Por Joimara S.Camilotti

Xanxerê – A administração municipal está realizando um estudo de levantamento para ajustar o valor da taxa de iluminação pública. O cálculo do valor cobrado é feito em cima de quanto o estabelecimento comercial ou residencial consome, porém, segundo o prefeito Avelino Menegolla e o secretário de Administração e Finanças Jader Danielli, os valores arrecadados estão defasados, não sendo possível realizar os serviços necessários com o que se recebe.


A Prefeitura ainda não sabe que forma fará o reajuste, mas já é certo que a taxa de iluminação será maior a partir de 2019. Se cogita algo que não onere os contribuintes, mas que auxiliará a equilibrar o gasto.


“Hoje o que se arrecada com a iluminação não é suficiente, e o reajuste é necessário. São medidas que temos que ter coragem para seguir em frente, para prestar um bom trabalho e para isso precisamos ter a contrapartida”, disse Danielli.
Conforme o prefeito, o próprio Tribunal de Contas atesta que as administrações precisam buscar o equilíbrio das contas, mesmo que medidas impopulares precisem ser aplicadas.


“Precisamos deste equilíbrio, vamos analisar bem de que forma vamos fazer. A intenção é fazer a iluminação em led em todo o município, como foi feito no ginásio Benjamin Menegolla e no Caic, onde já percebemos a economia que a lâmpada de led gera. Estamos procurando ser bem conscientes e trabalhar só com um reajuste previsto, a ideia é sempre onerar o menos possível”, finalizou o prefeito.
 

Veja também

Empreendedores de Abelardo Luz conhecem sistema de garantia de crédito22/05 O sistema de garantia de crédito oferecido pela Sociedade de Garantia de Crédito (SGC - GaranteOeste/SC) foi foco de um evento que reuniu cerca de 60 empreendedores de Abelardo Luz, no Oeste catarinense. A iniciativa faz parte das ações da Semana Nacional de Educação Financeira e da Semana do Microempreendedor Individual (MEI), que segue com atividades até esta......

Voltar para Cidades